sexta-feira, 17 de junho de 2016

5 coisas que eu quero para o filme “The Incredibles 2”


Vamos lá admitir: “The Incredibles- Os Super-Heróis” é um filme espectacular que chama logo por uma continuação. De todos os filmes da Pixar, o único que eu queria ver uma continuação é este filme. Mas eu respeito a Pixar por ter demorado para anunciar a continuação, por que o estúdio é conhecido por fazer continuações pelo modo criativo e nunca pelo dinheiro, daí o tempo da demora do anuncio da produção das continuações. Desde 2004 (O ano em que estreou o filme) até 2014 (O ano em que a Disney anunciou a sequela), Brad Bird, o realizador do filme, disse que só ia fazer a continuação se arranjasse uma ideia para um filme mais espectacular que o 1º, desde que respeite o 1º filme. E a espera valeu a pena. Também, no ano passado, durante a D23 Expo (https://en.wikipedia.org/wiki/D23_(Disney) ) a Disney anunciou que o filme vai estrear em 2019 (21 de junho de 2019, nos EUA, para ser mais preciso. Mas é possível que a data sofra alterações). Por isso, vamos ter que esperar 3 anos até o filme estrear (Vamos torcer para que o filme não nos decepcione). Mas enquanto esperamos, eu criei o meu top 5 de coisas que quero encontrar em “The Incredibles 2”, seguindo o meu top 5 de coisas que espero encontrar na sequela da versão live-action de “O Livro da Selva” da Disney (http://opiniaoecinema.blogspot.pt/2016/05/5-coisas-que-eu-quero-para-continuacao.html ). Divirtam-se. E cuidado com os SPOILERS. Mesmo que o 1º filme já seja antigo, ainda há pessoas que não o viram.

5- Origens dos poderes.

Uma das coisas que vários fás (especialmente crianças) questionaram sobre o 1º filme (porque não houve tempo) foi sobre ele não ter explicado como aqueles super-heróis (tirando os filhos do Beto e da Helena) ganharam os seus poderes. Será que tiveram um acidente cientifico, ou (o mais provável) nasceram mutantes como os X-Men? Se o 2º filme chegar a explicar a origem dos poderes, já fico satisfeito. Mas se não chegar a explicar, não me importo, porque pode não ser importante para a história.

4- Novos Vilões.

Tivemos uma pequena aparição do vilão Homem-Mina no final do 1º filme. O 2º filme pode também apresentar novos vilões e vilões dos velhos tempos (só apresentou um vilão dos velhos tempos no 1º filme que foi o Bomb Voyage). Brad Bird disse que vai pegar em ideias abandonadas do 1º filme para meter no 2º. Uma dessas ideias foi o vilão original do filme, que era um homem chamado Xerek, que era baseado no típico vilão dos filmes do James Bond. Síndrome, nessa versão, era para ser um vilão dos velhos tempos que queria vingar-se do Beto por este meter-lhe sempre na prisão e tentou vingar-se dele, no inicio alternativo do filme, mas foi derrotado e morto por uma explosão provocada por ele próprio. As audiências-teste reagiram melhor ao Síndrome do que ao Xerek, por isso fizeram dele o vilão principal no 1º filme. O Xerek pode ser um dos vilões que pode aparecer no 2º filme.

3- Nova geração de Heróis.

Violeta, Flecha e Zezé não podem ser os únicos da nova geração a terem poderes, devem existir outros. Uma das coisas que o 2º filme pode mostrar é uma nova geração de heróis, que são crianças e adolescentes que descobrem que tem poderes e aprendem a usa-los para o bem. Podem até serem treinados pelos super-heróis dos velhos tempos que não foram mortos pelos Omnidroides do Síndrome ou pelas capas (Existem outros super-heróis dos velhos tempos pela conversa do Beto com o Rui Dicas sobre se os super-heróis já podem deixar de se esconder, que sugere que ainda há mais que estão vivos).

2- Mais sobre a família do Lúcio Barros (Gelado).

Nós não sabemos muito sobre a Doce, a mulher do Lúcio. O 2º filme pode mostrar mais sobre ela e até pode mostrar se eles tiveram filhos após os eventos do 1º. Os filhos podem nascer com poderes (os mesmos como o pai ou diferentes).

1- A história passa-se 5 anos após os eventos do original.

Uma coisa que me questionei ao principio sobre o 1º foi porque é que o Zezé não se juntou á família quando foram na aventura de salvar o mundo do plano do Sindrome. A resposta é muito clara: Ele ainda é um bebé com 2 anos e o resto da família, na altura, não sabia que ele tinha poderes. Mas ficaram a saber, quando o Rui Dicas lhes contou sobre a história que a Gloria contou sobre o Zezé ter poderes, no curta “Zezé Ataca”, senão porque é que ele se juntou a eles na luta contra o Homem-Mina, no final? Mas ele ainda é um bebé. A sequela pode se passar 5 anos após os eventos do 1º, com o Zezé, o Flecha e a Violeta com 7, 15 e 19 anos de idade, em que ele pode se juntar á família na luta contra o mal. Também a história do 2º filme pode passar-se quando a Violeta se prepara para a faculdade ao mesmo tempo que a família enfrenta outra grande ameaça.


E estas são as 5 coisas que eu quero ver no filme “The Incredibles 2”. E vocês? Qual das coisas que falei, vocês mais esperam? Ou esperam outra coisa que não falei neste top? Não se esqueçam de comentar. Até á próxima.

1 comentário :

João Moreira disse...

Estou completamente de acordo em tudo. Não sei o que dizer mais. Acho que está tudo dito. Espero que a Edna apareça no 2º filme com as suas ideias um pouco extravagantes. "Nada de capas." Mas o que espero mais são os pontos 4 e 3. Principalmente o 3.